Frete grátis para compras acima de R$200 em todo o Brasil!
Alcachofra

Alcachofra

Progresso de leitura:

Origem

Planta vivaz, provavelmente originária da região do mediterrâneo, considerada durante muito tempo como uma hortaliça rara, é hoje abundante cultivada nas regiões atlânticas com invernos suaves. A alcachofra mede até dois metros de altura, tem um caule forte e suas grandes folhas têm lóbulos e são cinzas esverdeadas. O botão da flor, comestível, tem cor roxo-esverdeada e contem ao seu redor, camadas ou brácteas que escondem o miolo da flor.

Indicações

  •  Ajuda na diminuição do colesterol e uréia, digestivo, hepático, hipotensor, antianêmico, diurético, remineralizante, tônico e laxativa. Outros usos: Ácido úrico, obesidade, diabetes; debilidade geral, clorose, convalescença, dispepsia; hipertensão, hipertireoidismo, toxemia; afecções reumáticas; 
  • A cinarina é a principal responsável pela atividade colagoga e colerética, aumentando a secreção biliar; 
  • O aumento da eficiência metabólica do fígado se deve aos compostos polifenóicos, enquanto que a cinarina abaixa significativamente a taxa de colesterol através de uma estimulação metabólica enzimática, além de possuir propriedades hepatoprotetoras. A alcachofra é usada para casos de hiperlipidemia e ateromatose no interior dos adipócitos; 
  •  A ação protetora e regeneradora das células hepáticas é obtida pelos flavonóides que estimulam a síntese enzimática básica do metabolismo hepático. Na uremia, a cinarina melhora a excreção da amônia através de um aumento da produção de ácido úrico pelo epitélio renal; 
    • A ação diurética auxilia a eliminação de uréia e de substâncias tóxicas decorrentes do metabolismo celular; ação depurativa; 
  • O amargor da cinaropicrina aumenta a secreção gástrica e sua acidez; 
  •  A alcachofra não dissolve os cálculos biliares, mas diminui as cólicas, exercendo um efeito preventivo em pessoas predispostas a desenvolverem litíase;
  • A oxidase, enzima hidrossolúvel, é provavelmente a responsável pela ação redutora da taxa de glicose sanguínea.

Cuidados

Não deve ser usado durante a lactação, pois pode reduzir a secreção láctea. Contraindicado para alérgicos à alcachofra, quando há obstrução do canal biliar e em pacientes propensos à fermentação intestinal.

Referências Bibliográficas

ÁVILA, L.C.; Índice terapêutico fitoterápico-ITF. 2ª ed. Petropolis, RJ. 2013.
NOLDIN, V. F. et al. Composição química e atividades biológicas das folhas de Cynara scolymus L. (alcachofra) cultivada no Brasil. Química Nova, v. 26, n. 3, p. 331-334, 2003.
TESKE, M.; TRENTINI, A.M.M.; Herbarium Compêndio de Fitoterapia. 3 ed. Curitiba. 1997.

Mais Informações: Clique e visualize o Laudo do Fornecedor

Produtos que contém Alcachofra

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Próximo Artigo

L-Lisina

L-Lisina

L- Lisina é um aminoácido indispensável.
Nutricionalmente essencial. Ingrediente para soluções parenterais e enterais de aminoácidos
e suplementos nutricionais.

Amora

Ela também atua nos sintomas da menopausa como irritabilidade, insônia, ansiedade, nervosismo, dores musculares e das articulações e calores excessivos.

Vitamina c

Vitamina C

Atua como coenzima e, sob determinadas condições, como agente redutor e
antioxidante. Direta ou indiretamente fornece elétrons a enzimas que requerem
íons metálicos reduzidos.

0
Conversar
1
Quer orçar sua fórmula?
Olá, se não encontrou a fórmula que procura, fale conosco no Whatsapp!

×